Me siga!

22.7.18

Outros 101 desejos em 1001 dias (Lista #2)

Quando fiz a minha primeira lista de 101 desejos em 1001 dias, eu tinha certeza que iria me divertir muito tentando realiza-los... e foi exatamente assim. Alguns dentro do prazo, devidamente registrados, outros depois do prazo, mas não perderam sua importância por esse motivo. Metade de desejos realizados e, para ser sincera, foram bem mais do que eu achei que seriam.

Acontece que esse assunto de 101 desejos surgiu novamente na minha vida e muitas pessoas ficaram hiper curiosas sobre. Caso você seja uma delas: pegue um papel e uma caneta e numere coisas que você gostaria de fazer. Importantes ou não, só coisas que você gostaria de fazer algum dia.




Aqui estão as minhas:

1- Desejo pessoal
2- Voltar ao Lake Tahoe no verão
3- Começar a escrever um livro, mesmo sem publicar.
4- Compor outra música.
5- Ter uma bicicleta
6- Ficar fera no patins (Quad e InLine)
7- Assistir Hey Ocean! ao vivo
8- Realizar meu sonho de fã de 14 anos e assistir McFly em turnê
9- Acampar com os amigos (tem que ter rodinha de violão e fogueira)
10- Visitar a Sally em Goiânia
11- Visitar a Alana em Boston
12- E-zine
13- Visitar a Suelen em Manaus
14- Comprar uma jóia
15- Coachella
16- Burning Man
17- Halloween Americano
18- Aulas de mergulho (Lista antiga)
19- Curso de Degustação de Vinhos
20- Aulas de boxe (fiz uma, à convite da Intimus!)
21- Apadrinhar uma criança no projeto de música do meu pai
22- Aprender a fazer lettering
23- Deixar o cabelo colorido por um tempo
24- Fazer algum curso voltado para o audio visual
25- Dar uma viagem para os meus pais
26- Ter minha vitrola
27- Uma coleção de ótimos vinis
28- Brincar em um trapézio (Lista antiga)
29- Montar a minha hortinha de temperos
30- Uma mesa de jantar
31- Montar meu próprio caderno de receitas um tanto quanto saudáveis
32- Conhecer pelo menos uma cidade de todas as regiões brasileiras
33- Ceará
34- Voltar à Curitiba
35- Viagem Internacional com as Amigas
36- Play dos 100K no YouTube
37- Encontro criativo beneficente
38- Carteira de moto
39- Desejo pessoal
40- Montar minha árvore genealógica
41- Assistir Wicked na Broadway
42- Entrevistar outra banda que eu gosto muito (Pode ser o Terno de novo!)
43- Investir em equipamentos de audio
44- Collab musical com alguém que eu admire muito (cantando e tocando etc)
45- Conseguir pelo menos 2/3 da elasticidade que eu tinha na infância de volta
46- Montar meu office dos sonhos, com todos os gadgets que tenho direito
47- Investir em uma obra de arte (de preferência uma estátua)
48- Mudar o layout do blog
49- Dar uma festa na piscina
50- Desenvolver um produto ou coleção com uma marca que acho bacana
51- Praticar Yoga
52- Reformar minha penteadeira e usar.
53- Voltar a escrever para a Bel
54- Mergulhar com Baleias
55- Passeio de Balão (lista antiga)
56- Dormir de baixo de um piano de cauda enquanto alguém o toca (lista antiga)
57- Voltar a usar meu Nintendo 64
58- Aliás, precisa de uma TV pra isso, né?!
59- Drone
60- Estabilizador para as minhas câmeras
61- Microfone shotgun 
62- Notebook pra poder trabalhar de onde quiser
63- Fazer o Andres aprender a dançar Forró
64- Um mural de fotos da Instax Mini
65- Fisioterapia
66- Pisicólogo
67- Aparelho
68- Clareamento
69- Gravar um vídeo da música que compor (do desejo no.4) com os professores da escola de música do meu pai
70- Presentear meus amigos que moram sozinhos com algo para decorar
71- Levar minha família para jantar (e pagar a conta)
72- Uma roupinha de panda para a Mortadela
73- Limpeza nos dentes da Mortadela
74- Visitar pelo menos 5 países
75- Viajar à trabalho (Imbituba com Instaviagens - vídeo)
76- Comprar um quadro no Art Battle
77- Aprender a dançar Thriller (lista antiga)
78- Usar o Dome
79- Festa do Pijama
80- Tatuagens
81- Dobrar a minha renda atual (pq com esse tanto de desejo vc precisa no mínimo triplicar né filha?!)
82- Fazer depilação definitiva
83- Luau na praia
84- Andar à cavalo de novo (sdds)
85- Ver todos os filmes de Harry Potter
86- Assistir aos clássicos da Disney
87- Spa day para minha mãe
88- Organizar uma festa surpresa (realizei na lista antiga e quero realizar de novo)
89- Viajar sozinha
90- Falar sobre, pelo menos, 30 restaurantes que eu visitei nas redes sociais (3/30)
91- Aprender 5 especialidades culinárias da minha mãe
92- Ler 5 biografias
93- Usar mais a instax
94- Ter dado aula para pelo menos 101 pessoas
95- Trocar a cor do sofá/ter um sofá novo
96- Ganhar uma festa surpresa  (vídeo)
97- Tocar zabumba ou surdo em uma música com uma banda de forró durante uma apresentação
98- Assistir um show na Amoeba Music em Hollywood.
99- Inventário ilustrado de todas as plantas que tenho
100- Fazer uma viagem de trabalho voluntário
101- Mudar de apartamento.

Data de início: Segunda, 01 de Janeiro de 2018
Data de término: Quarta, 27 de Setembro de 2020

Itens em andamento
Itens realizados (4/101)


Eu fiz essa lista no início do ano. Na verdade, eu comecei a numerar em Dezembro de 2017 e meu prazo final para começar a contar os 1001 dias era 1 de Janeiro de 2018. Dito e feito, comecei 2018 com uma nova lista cheia de novos objetivos e, até o momento que estou escrevendo esse post, já tenho 3 itens realizados e mais alguns em andamento.

Ah, reciclei alguns da lista antiga, também! E foi engraçado reler a lista antiga, hoje em dia muitas das coisas eu não consideraria. E outras sim. Legal ver como os meus desejos são "inconstantes"!

E você? Quais são os seus desejos?

Beijos!
7.7.18

Americano cantando em Português é tão fofo!



Principalmente se esse americano for o seu namorado! Haha...
Eu tenho muito orgulho do Andres, muito mesmo! Eu vejo o esforço que ele faz para aprender a minha lingua. Puxa assunto, acompanha algumas páginas brasileiras e até xinga em português quando precisa (e isso é extremamente engraçado). 

Decidimos gravar esse vídeo porque já é natural para nós escutar músicas no último volume e cantar o mais alto possível, com todo o nosso fôlego, enquanto estamos dirigindo para algum lugar.
E outra coisa é: ele AMA a nossa música! Conhece vários nomes dessa geração da MPB e sempre me agradece por ser brasileira e por estar apresentando tanta coisa nova pra ele.

Como não amar esse cara?

Pode servir de dica também: ele usa um aplicativo chamado Duolingo para praticar português. Mas você pode aprender várias outras línguas nele, inclusive inglês. Ele atribui a maior parte do aprendizado à estar tentando sempre conversar em português, mas ouvir música e praticar nesse aplicativo complementa muita coisa!

Enfim, nos comentários dos vídeos a galera pediu uma playlist com todas essas músicas no spotify. Pois, bem, eu fiz essa playlist:



Mais uma vez, obrigada pelo carinho!

PS: Eu sei que, no post anterior, eu disse que o próximo post seria uma resenha de alguns produtos que comprei por aqui. Esse post furou a fila, hahaha. Mas ainda farei, tudo bem?
1.7.18

De mim para mim mesma

Foto do Ygor (instagram dele)

"Ana Arantes nasceu em Petrópolis, Rio de Janeiro, e vive atualmente na grande cidade de São Paulo. É comunicadora, desenvolve conteúdo para as redes sociais de diversas empresas e viaja o Brasil dando palestras sobre boas práticas nas redes sociais. Escritora de gaveta, relata acontecimentos extraordinários do cotidiano em seu blog e canal no YouTube".

Acho que, quando eu lançar o meu primeiro livro algum dia, a orelha vai ter um texto de apresentação mais ou menos assim. Vocês gostaram? Tava aqui lendo todas as orelhas de todos os livros que tenho porque é uma parte dos livros que eu sempre ignorei. Mas, se eu aprecio uma obra, algo ainda mais interessante que ela deve ser quem a fez, não é verdade?

Por falar nisso, vocês podem me indicar uma boa biografia? Eu também nunca li uma!

Eu estava revirando algumas coisas no sótão da minha casa lá em Petrópolis quando achei um caderno que usei na 5a série do ensino fundamental. Estudava em um Liceu, uma escola pública... adorava aquela escola. Acho que foi uma das melhores que eu estudei!

Enfim, o negócio é que eu encontrei uma redação de 5 folhas, frente e verso, sobre uma casa mal assombrada. Nela, você não conseguia sair por onde entrou ou entrar por onde saiu. Falei até do cadeado do portão principal, que era de prata, mas a chave era de ouro. A história começa quando um grupo de 4 amigos decidem invadir e descobrir os mistérios que habitavam nela.

Vasculhando mais um pouco, encontrei uma pasta rosa que me lembro de ter comprado para guardar pequenos contos que eu escrevia. Decidi comprar essa pasta depois de um conto lindo, porém triste, que escrevi para outra aula de redação. –"Escrevam sobre beijo. Qualquer coisa, o tema é beijo", disse a professora. 

A minha história é sobre uma menina apaixonada, que vive o momento mais difícil de sua vida ao ver seu namorado no leito do hospital após um grave acidente de carro. Luzes piscando, aparelhos apitando, pessoas correndo e, ao dar um beijo nele, o sentia eterno e cheio de vida. Mas ao ser retirada do quarto, ele não resistiu e morreu. O nome da redação era "O último beijo" e eu tentei deixar bem claro que ele terminou a sua vida de uma forma feliz, com um beijo da garota que ele amava.
Uma galera até chorou, era beeeeem brega mesmo!

É engraçado como eu sempre gostei de escrever, mesmo não o fazendo tão bem quanto gostaria. É tipo cantar: sei que sou afinadinha e consigo cantar as músicas da Clarice Falcão, mas eu queria mesmo era ter potência vocal para cantar uma Etta James, por exemplo.

E aí eu tenho essa teoria de que existem várias Anas dentro de mim. Mas uma em especial é escritora. Ela viaja por aí com um caderninho sempre na bolsa, tomando notas sobre tudo: conversas com amigos, com estranhos, conversas de estranhos que passam por ela. Mas a Ana é uma escritora descente, que se preparou para isso! Ela usa um vocabulário rebuscado e ainda consegue ser facilmente entendida. E um dia ela vai lançar esse livro que vai fazer até certo sucesso e ela vai ficar extremamente feliz, talvez até nunca mais parar.

Ah, e ela usa óculos por causa da miopia. E tem uma revisora muito atenta, porque é disléxica (estou aceitando currículos desde já).

Mas essa Ana é a Ana de um futuro que eu imagino ser distante. Ela ainda está adormecida, em um sono bem pesado, e eu sei que acorda-la é difícil, uma tarefa que tem que ser feita aos poucos (tipo quando eu coloco o primeiro alarme duas horas antes da hora que eu realmente preciso levantar, e deixo no modo soneca de 5 em 5 minutos).

Enfim, toquei no assunto porque eu encontrei essas redações enquanto arrumava as malas para vir para Los Angeles. E essa minha mania, meio que natural, de sempre registrar tudo de alguma forma me fez perceber que, nossa! Eu sempre gostei MESMO de escrever, não é? Quando abandonei isso?

A Aninha de 14 anos, que ainda é muito viva dentro de mim, que é louca por McFly e acha que tem mas na real não tem preocupação nenhuma na vida, estaria muito zangada com a Ana de hoje por ter deixado isso de lado!

Mas a Aninha de 14 anos me perdoaria porque estou publicando esse post no Bolas de Meia, o blog que ela criou e tanto ama!



O próximo post será resenha dos produtos que eu comprei aqui. Outra coisa que eu amava fazer na época de Aninha. <3