11.8.15


 Isla del Sol (Lago Titicaca, Copacabana - Bolívia)

A vida é preto
Infelizmente, as vezes, é verdade. A vida pode ser tão preta quanto quando acontece um apagão na cidade e não tem nenhuma estrela no céu. Você não consegue enxergar um palmo. Tropeça, bate o dedinho do pé na mesa da sala, grita, xinga, esperneia e nada da luz voltar. Tão preta quanto quando você fecha os olhos para dormir mas não consegue, os abre mas tudo ainda continua preto, pois as luzes do quarto estão apagadas. São aqueles momentos que você precisa fazer um milhão de coisas e 24 horas não são suficientes. Ou quando você se pergunta se a sua conta no banco foi roubada porque você nunca a viu tão baixa. Falam de uma luz no fim do túnel mas parece que a tal da luz nunca se aproxima. Ou quando você se sente sozinho, abandonado, esquecido, sem inspiração, motivação, triste...

A vida é branco
Por sua vez, a vida também é branco. Quando seus amigos te deixam confiante de que eles realmente são seus amigos, quando você consegue terminar suas tarefas e recebe muitos elogios. Quando o seu trabalho é reconhecido e você sussurra para si mesmo, dizendo: "eu sabia que você poderia fazê-lo". Quando você pode sair no final de semana para conhecer um restaurante diferente que queria muito conhecer. Aqueles momentos em que você sente a areia em seus dedos dos pés e sua pele sente o calor do sol. Aqueles momentos em que você olha para trás em um álbum de fotos velhas e é lembrado de algumas de suas memórias favoritas que só te fazem sorrir, ou talvez chorar, mas por uma boa razão.

A vida é um retrato.
É linda. Cada aspecto, momento, a experiência, o sorriso, lágrima. É linda, de alguma forma. Quando a vida é preto parece difícil e obscuro. Mas esses momentos são os momentos que nos moldam. Eles servem sempre para nos orientar para algo maior e melhor. O branco é quando tudo está indo muito bem, numa boa. Tudo faz sentido e você não tem uma preocupação no mundo. Esses são os momentos para ser grato e lembre-se de quão abençoado você é.

Você precisa tanto do preto quanto do branco para criar este retrato. E quando ele está finalizado, tudo faz sentido, tudo se reúne. Você percebe que precisava do preto para delinear, definir, criar você. E você precisava do branco para lembrar, ser grato e ter seus momentos de plena felicidade, porque essa é a nossa busca de todos os dias, não é? Querendo ou não, haverá períodos de tempo de preto, mas haverá os de branco também. Mantenha-se focado, cresça com os tempos difíceis, aproveite os bons momentos, porque se você esperar, daqui a pouco você vai descobrir um lindo retrato.

Marcadores: ,



comments powered by Disqus







a blogueira


Olá. Eu sou a Ana, tenho 20 anos e acabei de sair de Petrópolis (região serrana do Rio de Janeiro) para viver novas experiências na grande São Paulo. O Bolas de Meia é o meu cantinho onde compartilho um pouco do que sei, vejo, vivo e sinto. Para me conhecer melhor, clique na foto acima ou me encontre nas redes sociais abaixo.





facebook






categorias


instagram


link-me!
Bolas de Meia -
Bolas de Meia -


correio




publicidade

Choies-The latest street fashion
www.lalalilo.com
lalalilo.com
arquivos

















Bolas de Meia - 2011 ~ 2013 ©
Todas as postagens aqui contidas são de autoria da Ana Arantes, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato em contato@bolasdemeia.com.




Design e codificação por Júlia Duarte.



From scratch, with ♥
Powered by Blogger.
Ícones We ♥ Icon Fonts
Ilustrações: Malena Flores