12.3.13


Você, quando criança, deve ter engolido uma coisa muito bonita: uma estrela do mar, ou uma begônia, ou um livro inteiro do Caio Fernando Abreu, ou uma foto da Brigitte Bardot. É uma dessas pessoas (raríssimas)  que vivem num estado lindo de super-sensibilidade. Só de conversar, sua energia faz um "bum" dentro do meu corpo. E sabe, eu tenho precisado muito disso ultimamente. Tá sendo difícil, você tem visto. Mais do que visto, você tem sentido tudo isso junto comigo. E é aí que eu comprovo a parte da "super sensibilidade". Ouvir sua voz pelo telefone ou falar com você pela internet ajuda. Mas o verdadeiro remédio está na sua presença. Nada como chorar na sua frente e desabafar tudo o que eu penso. Não acho vergonhoso, pelo contrário, é aliviador!
Eu já não funciono direito sem você, porque você me arranca sorrisos da maneira mais simples possível, sendo você mesmo. E quando não consegue, me faz cócegas, porque isso é infalível. E você sabe disso. Sempre termina este ato dizendo: "adoro essa sua risada gostosa". Minha risada? ela é tão estranha! Gostoso mesmo é sentir seu carinho, ver seu sorriso e sentir que o jeito que me olha nunca muda, é o mesmo amor de sempre. Repito: é aliviador!
Agora... eu sempre me pergunto: de onde vem TANTA paciência, em? porque aturar esse turbilhão dramas femininos, meu amor, não é pra qualquer um não! Você deve ter um mundo interno muito forte. É tanta força que você aguenta isso por você e por mim também. É a forma de amor mais pura que eu já vi alguém demostrar por outro alguém.
Por favor, me conta o seu segredo... que coisa linda você engoliu quando era criança para ser assim em um mundo tão negativamente esquisito? 
PS: Esses últimos dias não tem sido os melhores e eu estou passando por um bloqueio criativo tão aterrorizante que nem a lista da Keri Smith ajuda. Por isso a falta de atualizações no blog. Mas obrigada a todos que ainda mandam mensagens de carinho. Isso me dá forças, me enche de energia!

PS 2: Como vocês devem ter notado pelo título, o texto é uma forma de agradecimento a alguém, e esse alguém sabe quem (provavelmente vocês também saibam), por se mostrar tão presente mesmo nos meus dias de chatice aguda.

Marcadores: , ,



comments powered by Disqus







a blogueira


Olá. Eu sou a Ana, tenho 20 anos e acabei de sair de Petrópolis (região serrana do Rio de Janeiro) para viver novas experiências na grande São Paulo. O Bolas de Meia é o meu cantinho onde compartilho um pouco do que sei, vejo, vivo e sinto. Para me conhecer melhor, clique na foto acima ou me encontre nas redes sociais abaixo.





facebook






categorias


instagram


link-me!
Bolas de Meia -
Bolas de Meia -


correio




publicidade

Choies-The latest street fashion
www.lalalilo.com
lalalilo.com
arquivos

















Bolas de Meia - 2011 ~ 2013 ©
Todas as postagens aqui contidas são de autoria da Ana Arantes, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato em contato@bolasdemeia.com.




Design e codificação por Júlia Duarte.



From scratch, with ♥
Powered by Blogger.
Ícones We ♥ Icon Fonts
Ilustrações: Malena Flores